sábado, 27 de agosto de 2011

A última chance, ou nunca mais

        Hb 6.4; 10.26   Descobrimos  nestes dois textos um fato de grande relevância que nos leva a um pensamento de profunda  reflexão, dos perigos espirituais que correm acentuados riscos quando alguém se afasta definitivamente, da vida de cristão, neste século presente.  Inspirado por Deus o escritor da carta aos Hebreus, queremos  dentro da nossa humilde e modesta compreensão, comentar um pouco sobre  o  palavra apostasia, que significa, negação e  abandono da fé (1Tm 4.1; 2Tm 2.17-18). Ou,  revolta final contra Deus (2Ts 2.13).  Diz o texto Hb 10. 26 Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, v27, mas uma certa expectação horrível de juízo e ardor de fogo, que há de devorar os adversários. Este é um quadro terrível e ao mesmo tempo  desagradável de muitos que nós conhecemos. Posso até generalizar, homens e mulheres, pessoas que  viveram, por   muitos  anos na igreja, que eu conheci (pertenciam a noiva de Cristo). Outros  ainda vivem conosco. Nasceram num lar cristão, tiveram o privilégio de  alcançarem  o dom da salvação, desceram ás águas do  batismo. O Senhor os batizou com o Espírito Santo; alguns até profetizavam, foram usados para Deus,impondo  suas mãos sobre os enfermos, e estes eram curados, expulsaram demônios, tornaram-se membros da família de Deus. Muito deles separados ao ministério  de  liderança, nas  várias áreas, eram foram pregadores de renome, obreiros leais aos seus líderes (Pastores), outros  levitas, regentes de orquestras. coral, conjuntos de jovens, líder de jovens, executavam seus instrumentos para louvor e adoração Deus;  enfim, gozavam da confiança e a regalia, numa posição justa e privilegiada concedida pelo Senhor, diante da congregação, da sua igreja local, onde  pertenciam, por mais pequena que  fosse,Deus honrava seu trabalho, Jesus operava na  sua vida. Outros faziam parte de vários ministérios na obra de evangelização;  foram missionários, pagaram alto preço, pelas dificuldades, de recurso da distancia de difícil acesso, afim de  levar a palavra viva a quem precisava, operaram milagres.  De repente, caíram, numa apostasia sem presedente, afastaram-se completamente do seu Deus. Não souberam, faltou  forças suficiente para  guardar o que receberam em seus corações de preservar o bom tesouro  da salvação, em suas vidas. Desprezaram, não deram valor, trocaram a benção por um simples prato de comida, como Esaú, Manipularam a sua salvação, por qualquer barganha do mundo secular. Deixaram-se levar por n- propostas que levam a nada senão, a condenação do juízo eterno. No primeiro texto 6. V 4 em outra versão  NTLH, nos diz: Como é que as pessoas que abandonaram a fé podem se arrepender-se  de novo? Elas já estavam na luz de Deus. Já haviam experimentado o dom do céu e recebido a sua parte do Espírito Santo. v5. Já haviam conhecido por experiência que a palavra de Deus é verdadeira, e tinham experimentado os poderes do mundo que há de vir. 6 Mas depois abandonaram a fé. É impossível levar essas pessoas a se arrependerem de novo, pois estão crucificando outra vez o Filho de Deus e zombando publicamente dele.   Amados, infelizmente eram verdadeiros vasos usados por  Deus repito. E hoje ainda pela sua misericórdia,Deus não mexeu em sua vida física, gozam de  saúde, o Senhor não  leva em conta os tempos de sua ignorância, pergunto, “são felizes”? Não sei. São abastados financeiramente,  ricos, possuidores de muitos bens, muito dinheiro, boa casa.  Mas infelizmente perderam a graça de Deus em suas vidas. No evangelho de Mc 8.36 nos deixa  bem claro, Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? 37.Que daria um homem em troca de sua alma? Não reconhecem que um dia, foram tirados   do mundo de pecado, do meio da lama, das  drogas, dos vícios e de toda sorte de  coisas que o mundo oferece. E para   nossa tristeza e preocupação,estão inclusos nesse  grupo, entres as famílias do mundo inteiro, entes queridos, não generalizando, alguns da família, são muitos maridos, esposa, filhos, netos, sobrinhos, avós, sogros, amigos, parentes, dos quais  viveram, vivem  conosco,  nós  os amamos, temos grande consideração e respeito por  eles. Mas o tema que escolhemos, antes do arrebatamento da igreja ainda há uma chance para eles somente o arrependimento de oltar ou nunca mais haverá outra chance,  Querido amigo, irmão se posso chamar, se você esta nessa situação de apostasia, afastou- se do caminho por qualquer razões pessoais, por ofensa de alguém,ou abandono do teu líder, Jesus não te abandonou, procure entrar no caminho de novo com urgência, o Senhor  ainda te ama, você é especial pra ele,  e quer novamente morar no teu coração. Ap 3.20 Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele, e ele, comigo. Jesus te espera, a decisão é sua.
Pb Daniel A. Silveira





Nenhum comentário:

Postar um comentário