sábado, 31 de dezembro de 2011

A MENSAGEM BÍBLICA


Neste ultimo dia do ano de 2011, desejo que você se dedique em ler mais o Livro Sagrado.Que ela seja de fato,  um bálsamo, uma esperança,  realização para seus sonhos, só a Bíblia contem tudo isso.    A mensagem da Bíblia é a mensagem de Jesus Cristo, aquele  que disse:  “Eu sou o caminho a verdade e a vida Jo 24.6” É a história da salvação, a história da redenção tanto minha como de você, que lê, agora, pó meio de Cristo, a história que nos fala de vida, paz e eternidade. A nossa fé não depende  do conhecimento humano, nem progresso científico, senão da inconfundível mensagem da Palavra de Deus. A Bíblia conta com uma grande tradição e uma herança magnífica. Contém 66 livros escritos por centenas de anos por muitos e diferentes autores. É, sem duvida a mensagem inspirada pelo Espírito santo, é igualmente clara, desde o começo até o fim. Os 66 livros se convergem em um só.  A Bíblia é um livro mais antigo, porém se renova constantemente. É o livro mais moderno do mundo. Por alguma razão, os homens pensam que numa época de grandes conquistas cientificas, quando conhecimento tem aumentado mais do que nos últimos anos com todos os séculos anteriores juntos, este antigo livro esta desatualizado. Mas para todos que lêem e a mam a Bíblia, continua sendo pertinente para nossa  geração.
É nas Escrituras que encontramos respostas para as grandes perguntas da vida.  De onde eu vim? Porque estou aqui? Para onde vou? Que  sentido tem a minha existência? Umas das maiores necessidades da Igreja contemporânea  (igrejal atua) e de VOLTAR AS ESCRITURAS, como fonte de autoridade, e estudá-la em atitude de oração em sujeição ao Espírito Santo. Quando lemos a Palavra de Deus, nosso coração de enche com suas  Palavras e Deus nos fala.
            William Lyon Phelps, conhecido como professor mais amado dos Estados Unidos, que foi presidente da universidade de Yale, disse esta palavras referenciadas atualmente por muitas pessoas “Creio firmemente na necessidade da educação universitária, tanto para homens como para mulheres: penso porém, que o conhecimento da Bíblia sem estudos universitários tem mais valor que os estudos universitários sem Bíblia
Uma das maiores tragédias da humanidade é que  apesar de que a Bíblia é um livro que está aberto à disposição de todos, continua sendo um livro fechado para milhões de pessoas -seja porque não lêem, ou porque a lêem sem aplicar seus ensinamentos à sua própria vida. Não pode haver maior tragédia para uma pessoas ou um povo, do que render culto de lábios à uma Bíblia que não se lê, ou a um modo de vida que não se pratica, que não se vive.   A Bíbia é o documento mais importante que se dispõe a raça humana. Ela tem que ser aberta, lida e acreditada.
Texto comentado  Pb Daniel Silveira - IEADJO - distrito 23 -João Costa
notas -  DE VOLTA A BÍBLIA
  

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

ESTUDANDO A BÍBLIA


         Com intenso desejo,  e forte propósito,  no sentido de incentivar, despertar  ao querido amigo, irmão na fé ou cristão  de qualquer  denominação, mesmo aos adeptos da  religião tradicional apostólica romana.   Propus no meu coração  de repassar neste contexto que está apenas começando deixando registrado, assuntos de metodologia. Já que meu blog, não  tem  outro objetivo, senão, assuntos relacionados a Bíblia trazer, informar métodos  para  pessoas de qualquer nível, sejam pessoas formadas ou indoutas,  com uma base bem  elementar   relacionado ao seu estudo, com seus mais variados vários  símbolos quea Bíblia representa para nós,  escrito,  como Lâmpada, lei,estatutos, preceitos, mandamentos, e até de sabor  adocicado, como diz o salmista  numero 119. v103 - Quão doces são as tuas palavras ao meu paladar!   Mais que o mel à minha boca.  E para tanto quero deixar claro  que os   assuntos abordados aqui são estudos, de cujo autor dedicado de seu exemplar intitulado  “ DE VOLTA A BÍBLIA” cujo personagem  o admiro muito pelo seu trabalho em prol do reino de Deus, Pr  Missionário Joá Caitano.  Os  métodos apresentados por ele  são de  suma importância para  geração de hoje,  àquele que  gosta, admira  e se interessa em se aprofundar, saber  mais, da Palavra de Deus.  Por uma  experiência própria  algumas vezes tive algumas dificuldades  como estudante em universidade em que me formei, pesquisando  a procura de métodos e conceitos para que eu pudesse entender  a matéria dada  em sala de aula.   O Mesmo problema ocorreu quando eu pela primeira vez  abria as páginas da Bíblia, de querer saber o verdadeiro significado  da sua mensagem, seja qual livro fosse.  Tanto  do AT como do NT.  Por esta razão, e como se aproxima  inicio de um novo ano 2012, tomei  a  decisão de  transcrever , alguns observações necessárias que   autor mencionado  deixou  em seu livro, métodos e conceitos que vão  facilitar  melhorar o aprendizado  do estudante teológico,   que  realmente gosta de saber  mais sobre o Livro Divino.  Será  uma série de temas  abordados em uma linguagem simples para que você leitor possa entender a grande razão porque os cristãos acreditam em  promessas,  que realmente  são fiéis e verdadeiras.   Inicialmente,   Martinho Lutero que iniciou o grande Movimento da Reforma no século XVI, colocou a Bíblia nas mãos das pessoas comuns e ofereceu sugestões práticas, para o estudo e compreensão das Escrituras. Ele disse que estudar a Bíblia o como apanhar  frutas em uma árvore de maçãs. (Die Martin Luther’s Werke, Kristiche Gesantaugebe Weimar: H. Bohlavs Nachfolger, 2:24445)    Primeiro  passo é preciso sacudir a árvore inteira para que as maçãs maduras caiam no chão (este é o estudo da Bíblia por inteiro).  Segundo é preciso subir na árvore e balançar os galhos grandes e fortes, cada um separadamente (este é o estudo dos livros da Bíblia). Logo em seguida sacudir os galhos menores separadamente (este é o estudo dos capítulos. O próximo passo é balançar os pequenos ramos ( é o estudo dos parágrafos e sentenças ou frases). Em seguida  sacudir os menores ramos e raminhos ( é o estudo dos versículos). Finalmente, examinar cada folha,(é o estudo das palavras separadamente). A Bíblia é a Palavra de Deus. É a mensagem de Deus a humanidade.  É o livro dos livros. Ela tem resposta para necessidade total do ser humano. Ela é a mensagem de Boas Novas que oferece perdão, fé, paz, equilíbrio e esperança verdadeira do céu!  Na Bíblia e através da Bíblia, o homem descobre o que precisa crer, e como caminhar nesta vida até a futura, Ela é a bússola que orienta todo o ser humano. Billy  Graham declarou: “Milhões de pessoas hoje em dia, estão buscando uma voz de autoridade em que possam confiar.  A  Palavra de Deus é a única verdadeira autoridade que dispomos. A palavra do Senhor lança luz sobre a natureza, sobre os problemas mundiais e sobre o sofrimento humano. Porém ante de tudo e depois de tudo, revela claramente o caminho  para Deus”
Transcrição do livro “ DE VOLTA A BÍBLIA – Pr Joá Caitano
Pb Daniel Silveira - com alguns complementos   IEADJO – Distrito 23 –João Costa

Mateus 5.39. ..... Oferece-lhe também a outra


         Jesus  nos  seus ensinos registrados  no seu Sermão da Montanha. As bem-aventuranças, diz:   Eu, porém, vos digo: não resistais ao perverso; mas, a qualquer que te ferir na face direita, volta-lhe também a outra. Para muitos cristãos e até leitores  constantes da Bíblia tem-se embaraçado com a real interpretação deste texto sagrado e também  esta registrado em Lc 6. 29.  Ao que te bate numa face, oferece-lhe também a outra; Há uma resposta  muito própria no livro de Pv.20 22 em  que Salomão diz,  Não digas: Vingar-me-ei do mal;   espera pelo Senhor, e ele te livrará. O que nos leva a entender é de que não devemos revidar a uma ação de  agressão física ou moral quando alguém se levanta contra nós. Há uma frase de vingaça popular que diz: “o que fizeram contra mim, vou retribuir com a mesma moeda”. Todavia  não devemos ser como pessoas ineptas,incapazes, que distorcem a verdadeira  interpretação exegética  teológica, do sentido que Jesus quis se referir.  Segundo a Bíblia Apologética no seu rodapé referente a este texto. Mas antes quero lembrar que quando crente é carnal ele age com vingança, quando o problema nos atingi, e a reação é instantânea.  Um  exemplo o Islamismo nega a universalidade do ensinamento de Jesus citando esse versículo. Declara que no seu conteúdo é impraticável e unilateral  i,é, aquele que só uma das partes se obriga com a outra.  Que é irracional a passividade diante do mal  (Islam e o Cristianismo. Ulfat Aziz Assamad. CDIAL. 1991.p.72.  Mas refutando a citada doutrina numa resposta acertada. O que difere na realidade o Cristianismo das demais crenças  além do que citamos, é o AMOR.  O Cristianismo é a religião do amor ( Jo 3.16;  1 Co 13.1-13) e quem ama o próximo ama toda a lei.  Foi justamente  que Jesus deixou bem claro e prova disso, Ele trata  desse  assunto dentro sub tema do verso 17. O pecado faz com que o homem pratique a injustiça. As religiões que não conhecem e nem entendem a doutrina do pecado original (Rm 5.12-21; pensam que podem vencer o pecado por meio do esforço próprio, daí conceberem um entendimento carnal  e racional sobre as palavras do apóstolo Paulo quanto a questão da vitória do homem espiritual contra as forças do mal, e concluímos com  (Ef 6. 12  porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes.
Texto comentado  -Pb Daniel Silveira -  IEADJO - Distrito 23- João Costa -
Notas Biblia apologética

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

PAGANISMO – Seguir falsos deuses


            Salomão foi um homem de grande sabedoria dada por Deus; contudo seu coração se afastou do Senhor por causa de suas esposas estrangeiras (1 Rs 11.1-8). Embora Deus tenha aparecido duas vezes a Salomão  para adverti-lo do perigo de seguir falsos deuses, ele não deu atenção e preferiu seguir seu coração pecaminoso ao invés de obedecer ao Senhor (vv 9,10). O rei de Israel Acabe também foi influenciado pela esposa sidônia, Jezabel, que adorava a Baal (1 Rs 16.31). Jezabel era contraria a que se cultuasse o Deus de Israel, e, certa vez num mega homicídio, mandou matar todos os profetas do Senhor. (1Rs 18.4).Porque sucedeu que, destruindo Jezabel os profetas do Senhor, Obadias tomou cem profetas, e de cinqüenta em cinqüenta os escondeu, numa cova, e os sustentou com pão e água.) As ameaças dessa mulher contra a vida de Elias por haver matado os profetas de Baal levou-o  a esconder-se e a cair em profunda depressão.(1Rs 19.1-4)   Não só mulheres estrangeiras mas as mulheres de Israel influenciaram o povo de Deus a dotar deuses pagãos (Jr 16-18; Ez 8.14). Com autorização dos maridos as mulheres hebraicas  de Israel e Judá assavam bolos queimavam incenso e faziam libações para oferecer á rainha dos céus. Esses homens e mulheres não se arrependeram quando confrontados com os seus pecados. Deus então, por intermédio de Jeremias, avisou-os de que receberiam condenação (Jr44.15-29). No livro de Exodo Deus adverte como prioridade registrados nos primeiros dos dez mandamentos vv 3,4,5. Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor, teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a maldade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem. Is 42 fala da idolatria.  Já em nossa época vemos um interesse renovado de paganismo entre muitas mulheres. Gaia deusa da terra, e Sofia deusa da sabedoria, são deusas antigas que mais despertam interesse. Algumas organizações femininas, até mesmo na igreja, estão apresentando as mulheres "essas deusas" e elementos pagãos e da liturgia do culto. As mulheres cristãs de hoje precisam guardar seu coração e sua mente dessas influências. Seu poder de persuasão(convencer) deve ser usado não para distanciar, mas para fazer o coração dos homens, mulheres e  crianças, voltar-se ao verdadeiro Deus, revelado em Cristo Jesus.
A Biblia da Mulher.leitura.Devocional.Estudo pg 937


segunda-feira, 21 de novembro de 2011

COISAS QUE A BÍBLIA NÃO DIZ - ( Parte III)


Uma pesquisa revela que  noventa e nove por cento dos evangélicos brasileiros não lêem e Bíblia. Essa triste notícia nos leva a refletir sobre as conseqüências da negligência à leitura bíblica. Em apocalipse 1.3 diz: "Bem-aventurado aquele que lê, e os que ouvem as palavras desta profecia, e guardam as coisas que nelas estão escritas; porque o tempo está próximo". De acordo com este texto, devemos não somente ouvir  a exposição da Palavra, mas, principalmente, ler as sagradas letras contidas no Livro dos livros e guardar em nosso coração. Quando o  crente ouve a Palavra esta sendo alimentado. Mas quando a lê, esta sendo alimentado a si próprio. O cristão que somente ouve pregações corre o risco de aprender termos errados. Ouçamos freqüentemente pregadores citarem provérbios populares ou trechos de hinos como se fossem versículos bíblicos! Alguns desses versículos "novos" até se coadunam total ou parcialmente com as Escrituras Sagradas, mas na maioria deles tem induzido os cristãos desavisados ao erro. Analisemos pois algumas dessas frases tidas como parte integrante do Livro Sagrado; 1) "A voz do povo é a voz de Deus".  Por incrível que pareça há pregadores que citam essa frase antibíblica (oriunda do latim Vox  populi, vox Dei) como parte integrante da Escrituras. Quando Jesus andou na terra, a opinião do povo a seu respeito era muito variada. Uns consideravam pecador (Jo 9.16 ou endemoninhado (Ma t 12 24) e outros criam que ele é um profeta(Mt 16.13,14),Enquanto isto a voz de Deus ecoava: ”Este é meu filho amado em quem me comprazo” Mt 3.17. 2) Água mole em pedra dura,tanto bate até que fura” Esse provérbio popular alude a perseverança e a insistência. Conquanto não aparece nas páginas das escrituras, realça a princípio a perseverança na oração ensinado por Jesus (Mt 7.7,8; Lc 18.1-8) Isso porém não nos autoriza a citar a frase como se fosse um versículo inspirado da Palavra de Deus. 3) Cristo virá. De 2011 não passará” Muitos doutores tem utilizado esse versículo para alertar acerca da iminente volta de Cristo, antes ou durante o ano 2011. Entretanto essa frase é mais um pseudo-versículo bíblico. As palavras de Cristo e dos Apóstolos quanto ao arrebatamento da igreja são mais do que claras:”...........daquele dia e hora ninguém sabe...Mt 24.36); Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder At 1.7” ....... Mas, irmãos, acerca dos tempos e das estações, não necessitais de que se vos escreva 1 Ts 5.1; Mas, amados, não ignoreis uma coisa: que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos, como um dia.2 Pe 3.8.   4)”Deus cegou o entendimento dos incrédulos” De acordo com a Bíblia Sagrada, não foi Deus quem cegou o entendimento do incrédulos mas, sim, o diabo, o deus deste século; anos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que não lhes resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus. 2 Co 4.4. Conseqüentemente Deus entrega os homens incrédulos aos seus próprios desejos; E, como eles se não importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convém; Rm 1.28. 5)” Deus escreve certo em linhas tortas” Essa declaração é equivocada, visto que os caminhos de Deus não são os nossos. Para nós seres limitados, algumas atitudes de Deus podem ser estranhas, mas tudo o que ele faz é perfeito. É um erro dizer que o Senhor escreve certo em linhas tortas,  pois” O caminho de Deus é perfeito Sl 18.30;.......... seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.Rm 12.2 6) “Diga-me com quem tu andas, e eu te direi quem és” Essa frase também não se encontra textualmente na Escritura, apesar de estar em harmonia com ele:” O homem violento persuade o seu companheiro e guia-o por caminho não bom.Pv 16.29 ; Apega-te à correção e não a largues; guarda-a, porque ela é a tua vida. 14 Não entres na vereda dos ímpios, nem andes pelo caminho dos maus. Pv4.13,14. Não devemos entretanto  empregar a frase em questão no lugar do texto sagrado e inspirado.7)” Eu venci  o mundo e vós vencereis também” Através da vitória de Cristo, todos os seus seguidores autênticos, nascidos de Deus (1 Jo 5.4), se tornam mais do que vencedores (Rm 8.37) Não obstante as palavras de Jesus ditas em João 16.33 foram apenas:”Tenho-vos dito isto para eu tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom animo, eu venci o mundo ”O complemento e vós vencereis” é um acréscimo ás palavras do Mestre, pratica que ele mesmo proibiu (Ap 22.18)  8) “Fazei o bem sem olhar a quem”  Essa frase é uma distorção de Galatas 6.10” Então enquanto temos tempo façamos bem a todos, mas principalmente os domésticos da fé”  O Cristianismo deve fazer o bem, pois ele tem a bondade, um dos elementos do fruto do Espírito (Gl 5.22). Mas fazer o bem de “olhos fechados” pode ser perigoso. Existem muitos vigaristas dizendo ser missionários ou pastores. Eles sempre contam casos tristes para aplicar seus golpes, e os irmãos bondosos por não olharem aquém estão ajudando, acabam sendo lesados. Por isso, cabe-nos ajudar as pessoas comprovadamente necessitadas:  “Livremente abrirás a tua mão para o teu irmão, para o teu necessitado, e para o teu pobre na tua terra”, Dt 15.11. 9) “O dinheiro é a raiz de todos os males”. As vezes  por não lerem a Bíblia com atenção, alguns pregadores caem no erro de omitir parte dos versículos bíblicos gerando confusão. O dinheiro é importante precisamos dele para nossa manutenção. O que é errado é pôr o coração nele (Mt6.19-21) É por esse motivo que Paulo não condenou o dinheiro, mas a ganância e a avareza” Porque o amor do dinheiro é a raiz de toda espécie de males”; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé e se traspassaram a si mesmos com muitas dores. 1 Tm 6.10. 10)”Quem com ferro fere,será ferido”. Esse provérbio, usado para enfatizar a justiça de Deus, não esta registrado na Bíblia.É  uma deturpação das Palavras de Jesus ditas a Pedro, em Mt 26.52. Então, Jesus disse-lhe: Mete no seu lugar a tua espada, porque todos os que lançarem mão da espada à espada morrerão.. 11) “Quem dá os pobres empresta a Deus”.Essa frase usada principalmente pelos católicos romanos, já esta nos lábios de alguns evangélicos. Todavia o versículo bíblico que mais se aproxima de tal afirmação é Provérbios 19.17. Ao Senhor empresta o que se compadece do pobre, e ele lhe pagará o seu benefício. 12) “Quem não vem pelo amor vem pela dor”É verdade que muitas pessoas depois de passarem por uma dolorosa experiência, entendem a vontade de Deus (Dn 4.30-37); At 9. Entretanto isso não é uma regra. Existem pessoas que nem mesmo pela dor se arrependem. Por isso a Palavra de Deus alerta: O homem que muitas vezes repreendido endurece a cerviz será quebrantado de repente sem que haja cura. Pv 29.1. 13)” Se passares pelo fogo ele não te queimará” Oriunda de hino bastante conhecido, essa frase dá idéia de que nem todos os justos são atribulados. Entretanto vejamos o que a Bíblia diz: Is 43.2 Quando passares pelas águas, estarei contigo, e, quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti. Note:”se passares” indica que o crente poderá passar pelo fogo, o que não é verdade, biblicamente (At 14.22; confirmando o ânimo dos discípulos, exortando-os a permanecer na fé, pois que por muitas tribulações nos importa entrar no Reino de Deus. 1 Pe 2. 20,21 v 20 Porque que glória será essa, se, pecando, sois esbofeteados e sofreis? Mas, se fazendo o bem, sois afligidos e o sofreis, isso é agradável a Deus. 21Porque para isto sois chamados, pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas, e,quando passares” significa que o crente passará por tribulações, mas o Senhor estará com ele, com aconteceu com José (At 7.9); Gn 39.20,21), Ananias ,Misael e Azarias (Dn 3) Daniel (Dn 6), entre outros. 14) “Vem a mim como estás”. Jesus recebeu o pecador arrependido na condição em que ele está. Todavia, a frase em questão não esta registrada nos Evangelhos, apesar de ser usada com freqüência pelos pregadores. Em seu lugar, pode-se usar um versículo bíblico autêntico como Mt 11.28. Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Portanto irmãos muito cuidado com algumas pregações.Existem pregadores mal preparados que, ao citarem provérbios populares utilizam  a frase”a Bíblia diz”, com se tais provérbios estivessem registrados nas páginas sagradas. A nossa atitude diante dessas pregações deve ser a mesma dos cristãos de  Beréia: At 17.11Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim

 Transcrição  Pb Ciro Sanches Zibordi é professor da Escola Teológica da AD do Belenzinho


sábado, 29 de outubro de 2011

COISAS QUE A BÍBLIA NÃO DIZ - ( Parte II )

15) Que em Jo 5.39, Jesus mandou que o povo examinasse as Escrituras(...). Não. A forma verbal de Jo 5.39 está no modo indicativo: examinais; e não no imperativo: examinai. Trata-se de uma repreensão de Jesus àquele povo, mostrando que eles eram incoerentes. Eles examinavam as Escrituras e não queriam vir a Jesus, de quem as Escrituras tratavam. Isto era um contra-senso. Ver também em Lc 24.27,44. 16) Que eram dez talentos , na Parábola dos Talentos, Mt 25.14-30. O homem da parábola distribuiu oito talentos. Por ocasião do acerto de conta entre o dono da terra e seus servos há menção de quinze talentos, por causa dos rendimentos. Nada de dez talentos.... 17) Que Jesus na sua caminhada para o calvário, caiu sob o peso da cruz. A Bíblia não fala isto; é mais uma influência de tradição romanista. Jesus pode até ter caído, exausto como estava, e sangrando pelo açoitamento e pela coroa de espinhos, mas a Bíblia não declara. Ver Mat 27.31-33; Mc 15.20-22; Lc 23.26-33; Jo 19.16-18; Hb 12.2;  1 Pe 2.24. 18) Que Paulo caiu do seu cavalo ao chão,  quando Jesus lhe apareceu o caminho perto de Damasco. As referências bíblicas pertinentes não falam nada disso. At 9.1-8; 22.5-11;26.12-16. Paulo e sua comitiva deve ter viajado em carruagem de tração animal, como era comum na época. A cultura desse erro cabe também aos pintores desenhistas e escultores, que mostram tal cena em suas obras, inclusive artistas famosos, mas equivocados. É também o caso do nº 3, já exposto em que os pintores mostram o anjo brandindo uma espada na mão, quando aquele resolvia-se sozinha, por um ato de Deus 19) Que em 1 Co 7.20,24 a Bíblia ensina que o crente deve manter-se na ocupação em que se encontrava quando aceitou a Cristo. A bíblia esta falando aí, do crente como cidadão do Estado, perante as leis da sua nação (ver v 21); que ele deve continuar dentro do possível, no  estado ou condição social em que se encontrava no momento da sua conversão, mas que sugerindo uma oportunidade propícia, ele deve aproveitar para melhorar a sua condição de cidadão. 20) Que 1Co 15.29 dá entender que os cristãos de Corinto praticavam o batismo pelos mortos. Não. A Bíblia não esta sancionando aqui esse batismo herético praticado por uma facção anticristã de Corinto. Paulo esta mostrando aqui,  pelo Espírito Santo, a incoerência deles. Se criam na ressurreição dos mortos 1Co 15.12), pra que batizar os vivos para salvar os mortos?  Era uma aberração da parte deles!. 21) Que em 2 Co3.6 a “letra”, isto é, o saber,a cultura,mata. Querem dizer com que a cultura em geral é destrutiva. Ora,em 2 Co 3.6, Letra refere-se à dispensação da lei mosaica. Nada tem a ver  com, o saber, o conhecimento, a educação acadêmica. É bastante ver o verso 7. 22) Que, segundo Paulo Fp 3.8, a sabedoria humana é comparada a esterco. A referência de Fp 3.8 trata da linhagem judaica e dos privilégios de Paulo, consideradas em relação à sublimidade de Cristo e ás bênçãos do Evangelho. Ver Fp 3.4,6. 23) Que em Ap 21.9,10 a esposa do Cordeiro” é a Igreja. Ora, trata-se aí a cidade celestial – a Nova Jerusalém de Deus. É só examinar cuidadosamente os capítulos 21 e 22 de Apocalipse. 24) Que o dinheiro é a raiz de todos os males.  Bíblia nenhuma contém essa afirmação. A única coisa que a Bíblia diz, parecida com isso é, ”o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males”, em 1 Tm 6.10.  25) Que a Bíblia diz: ”Dá um passo para mim, e eu darei dois pra ti”. Estas palavras são muito agradáveis, mas não são da Bíblia; esta, apenas diz: Chegai-vos a Deus ,e ele se chegará a vós”. 26) Que devemos ora sempre de olhos fechados. A Bíblia não declara isso; entretanto é uma necessária e sábia atitude do crente ao orar. Orar de olhos fechados é algo automático para o crente, mas não que seja obrigatório. Em determinadas situações você precisa orar e vigiar do olhos abertos. 27) Que o “selo da promessa” é o batismo com o Espírito Santo, conforme Ef1.13,14;4.30;2 Co 1.22. Muitas outras passagens da Bíblia tratam do Batismo com Espírito Santo, como evidência física do falar noutras Línguas, pelo Espírito Santo, mas as passagens acima,não.  Elas falam da habitação do Espírito Santo nos salvos, como nossa segurança de que somos propriedade de Deus, e como garantia da nossa herança celestial, da qual Deus já nos deu o penhor, que é o Espírito Santo habitando em Nós. O estudante precisa saber aqui o que era o selo então, como era usado, e para que era usado.        É de grande ajuda aqui, o estudante examinar todas as passagens da Bíblia que trata de selo. 28) Que Ap 19.9 trata das bodas do Cordeiro. Ap 19.9. Trata da ceia das bodas do Cordeiro. As bodas mesmo estão no v.7. 29) Que no milênio de Cristo sobre a terra não haverá noite. Não haverá noite na nova terra após o Milênio, quando Deus fizer nova todas as coisas (Ap 21.25;22.5)  O Milênio não é os novos céus e a nova terra. É preciso, pois,  muito cuidado e atenção com o que a Bíblia fala, diz e afirma; do contrário, vamos falar,dizer e afirmar o que Ela não diz
Antonio Gilberto consultor doutrinário eTeológico
Mensageiro da Paz -1997

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

COISAS QUE A BÍBLIA NÃO DIZ (Parte I)

Há toda uma série de palavras, frases e declarações que pessoas diversas, inclusive cultas, e até obreiros citam como se fosse da Bíblia quando não o são. O leitor seja crente ou não, deve precaver-se para evitar  esses senões e  impropriedades para com a Palavra de Deus.  Segundo nosso grande escritor e consultor evangélico da CPAD, conhecido no mundo inteiro, apresenta uma lista desses casos.   Cada caso é acrescido de uma pequeno incompleto comentário sobre o assunto abordado. 1) Deus não trabalhou no sétimo dia da criação. Trabalhou sim. É somente ver em Gn 2.2ª - E, havendo Deus acabado no dia sétimo a sua obra,(....), 2) Que a fruta que Adão e Eva comeram no Éden, e assim transgrediram as ordens de Deus, foi a maçã.  Não se sabe que fruta era aquela. A Bíblia não dá o nome da fruta. Ver Gn 3.1-6. 3) Que um querubim guarda a entrada do Jardim do Éden, com uma espada flamejante, após a queda  de  Adão e Eva.  A  Bíblia não diz quantos querubins eram. Apenas diz “querubins” (Gn3.24). Uma espada inflamada removia-se sozinha pelo poder de Deus, no lado leste do jardim, onde estavam também os querubins (v24).  Pouca gente nota que Adão não queria deixar o jardim; foi preciso lançá-lo fora  “O Senhor Deus, pois o lançou fora do jardim” (v 23). A Bíblia explica as razões disso em  Gn 3.22,23; 2.16,17; 3.6-13. 4) Que antes do Dilúvio não chovia na face da terra.  Isto dizem, tomando por base Gn 2.5,6, ”Porque ainda o Senhor não tinha feito chover sobre a terra(...)” Ora, Gn 2.5 refere-se a terra quando ainda não existia o homem;  este, fora criado por Deus (Gn 1.27), mas ainda não formado por Deus (Gn 2.7,22). 5) Que Noé levou 120 anos para construir a arca, antes do Dilúvio. Cento e vinte  anos foi o tempo que Deus concedeu de tolerância àquele geração antediluviana, apóstata e decaída. Durante aquele tempo Deus susteve o julgamento do dilúvio, conservando-se com vida aquele povo ímpio. É possível que Noé tenha levado 120 anos para construir a arca, mas não esta explicitamente declarado.  As ferramentas , as técnicas e os artesãos não eram avançados como hoje. 1Pe 3.20 dá entender que Noé levou 120 anos na construção, enquanto anunciava a mensagem de salvação àquele povo. Tudo devido a longanimidade de Deus, conforme diz:1 Pe 3.20. Ver também Mt24.37;Lc 17.26,27;Hb 11.7. 6) Que o gigante Golias foi morto pela pedra que Davi atirou com a sua funda.  A pedra feriu mortalmente o gigante e o derrubou, porém Davi acabou de matá-lo com espada do próprio gigante adversário (1 Sm 17.50,51). 7) Que a lepra na Bíblia é um símbolo do pecado. Não esta declarado isto na Bíblia, mas pode-se dizer que o é. A lepra mencionada na Bíblia não era tratada pelo médico, e sim pelo sacerdote de Israel, o que expressa a idéia de pecado, uma vez que o sacerdote era um mediador entre o pecador e Deus. Por sua vez, Is 1.6 e Sl 51.7, falam do pecado como uma doença espiritual horrível e destruidora. Ver também Tg 1.14,15; Rm 5.12; 711. 8)  Que Absalão,filho de Davi, morreu por ter ficado pendurado pelos cabelos numa árvore. Absalão morreu pela mão de um general Joabe, que atirou contra ele três lanças. Seus soldados também feriram. Absalão estava antes vivo, preso pela cabeça, pendurado numa árvore, na mata (2Sm18.9,10,14,15) 9) Que em Ct 2.1, a” rosa de Sarom” é prefiguração de Jesus, o noivo celestial da igreja. A rosa de Sarom de Ct 2.1 trata-se da noiva falando de si mesma, e não do noivo. Em Ct 1.17, o noivo fala; e  2.1 é a noiva;  em 2.2 é o noivo outra vez. 10) Que as vestes de João Batista o precursor de Jesus, eram feitas de pele de camelo. Eram feitas de pêlo de camelo, isto é, tecidos feitos de pêlo; não de pele ou couro de camelo. Ver Mt 3.4 11) Que foram três magos que vieram adora o menino Jesus.   A Bíblia não dá o total dos magos, não afirma que eles eram reis, não dá os seus nomes, nem descreve suas raças e cores. Tudo são invencionices e tradições sem fundamento bíblico(Mt 2.1-11). 12) Que Jesus foi apresentado no templo em Jerusalém no oitavo dia após o seu nascimento. Ele deve ter sido apresentado no templo após 41 dias de nascido, conforme prescrevia a lei em Lv 12.2-4; isto é,33 dias + 7dias +1.  Dizem que ele foi apresentado aos 8 dias devido a referência de Lc 2.21 que fala em “oito dias”. Mas aí trata-se de sua circuncisão, e não a sua apresentação. 13) Que Jesus açoitou os vendedores cambistas do templo com um azorrague feito de cordas.  A Bíblia não declara que Jesus os açoitou, e sim que os expulsou do templo, juntamente com seus animais e aves(Jo 2.15;Mt 21.2;Mc 11.15;Lc 19.45). 14) Que o samaritano de Lc 10.30 era bom – O Bom Samaritano.  A Bíblia não diz que ele era bom. Ela descreve, sim, com destaque o seu bom ato de socorrer o viajante que fora assaltado na estrada. O cabeçalho, epígrafe ou título que geralmente antecede Lc 10.25 diz: O Bom Samaritano. Mas isto é posto pelos editores e publicadores da Bíblia; não pertence propriamente o seu texto. De fato, aquele samaritano praticou uma boa ação, mas não esta escrito que ele era bom
Antonio Gilberto - consultor doutrinário e teológico-
Mensageiro da Paz –Janeiro 1997

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

A MISSÃO EDUCACIONAL DA IGREJA

            
Educação como todos sabemos, é o processo   desenvolvimento  da   capacidade física, intelectual, moral e espiritual do ser humano. Ao abrirmos  as nossas  Bíblias, no  livro de Êxodo, encontramos, no capitulo 4, versículo12, a disposição de Deus de ensinar a Moisés o que ele devia falar a Faraó, ao chegar diante do soberano egípcio.Descobrimos então nesta passagem bíblica, ser o Criador o primeiro professor cujo nome esta registrado nas Escrituras Sagradas. Constitui-se portanto, em um dos principais desejos de Deus, o ensino da sua Palavra, conforme lemos em Pv 22.6 "Instrui o menino no caminho que dever andar,e, ate quando envelhecer, não se desviará dele." Por isso é missão da igreja educar as suas crianças, desde a mais tenra idade. Certa vez perguntou-se em uma faculdade de Pedagogia, quem era o maior pedagogo da história humana. Citaram os diversos da Escola filosófica grega, e o professor discordou de todos. Uma jovem evangelista levantou-se e, com  convicção, declarou "Jesus Cristo, pois é o Mestre dos mestres".  Ela acertou em cheio pois o filho de Deus suplantou a todos os educadores que palmilharam a face do nosso planeta. Nos quatro Evangelhos, Jesus é chamado, 60 vezes de Mestre. Ele ensinava: Nas sinagogas Mc 6.2; Nos lares Mc12.1,2; No templo Mc 12.35-37; Nas aldeias Mc 6.6; As multidões Mc 6.34; a pequenos grupos,Lc 24.13,15,27 e Individualmente, Jo 3.8. Jesus durante três anos e meio de seu ministério, formou o colégio apostólico com o propósito de preparar 12 discípulos, a fim de que o substituíssem no ministério do ensino. Após a ascensão de Jesus mediante seu pedido, expresso em Mateus 28.19,20 os discípulos assumiram o ministério do ensino, a fim de darem seqüência à missão de Cristo, e educar vidas para eternidade. Constatamos esta grande verdade, ao lermos Atos 5.42 "E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar e de anunciar a Jesus Cristo. A igreja então assumia, então, o compromisso de transmitir, de geração em geração, os ensinos de Jesus. Entre eles apresentamos o apóstolo Paulo que se dedicou com afinco ao ensino da Palavra de Deus, nas diversas cidades por onde passou.Destacamos as seguintes metrópoles: ANTIOQUIA DA SÍRIA, durante 12 meses Atos 11.25,26. A mensagem surtiu tanto efeito naquela  cidade que os discípulos de Cristo tiveram suas vidas transformadas e comprovadas por todos , e mereceram o título de cristãos. ÉFESO, durante 36 meses atos 20.20,31. Não somente nas casas, mas publicamente, o apóstolo dos gentios ensinou a Palavra de Deus, com lágrimas, no período de três anos e meio, a fim de que os discípulos daquela localidade dessem seqüência a este sublime ministério, após sua morte. CORINTO, durante 18 meses Atos 18.1,11. Inicialmente, ele ensinou na sinagoga local, mas foi expulso. Convidado por Tito Justo, prosélito,vizinho  daquela casa de oração, utilizou a residência do amigo, para ganhar tanto os judeus como os gentios. ROMA, durante 24 meses Atos 28.30,31. Paulo encontrava-se em prisão domiciliar, mas não perdeu a oportunidade de ensinar  á Palavra de Deus a todos o que visitavam. Partiu desta vida, ciente ter feito o melhor para o crescimento do reino de Deus. Até o ano 400 d.C., os sucessores desta primeira geração apostólica deram sequência ao ensino da Palavra de Deus, quando impedidos pela oficialização da religião cristã, por intermédio de Constantino, Imperador romano. Mas no dia 31 de outubro de 1917, Lutero e outros membros do clero da igreja católica promoveram a reforma nas estruturas básicas do cristianismo e colocam a Bíblia Sagrada novamente nas mãos dos leigos. Hoje através da Escola Bíblica Dominical, nós, educadores cristãos, temos o compromisso de dar continuidade à missão educacional da Igreja, iniciada por seu fundador, Jesus Cristo. Sigamos pois o sublime conselho do grande ensinador, apóstolo Paulo: "Se é ministério, seja em ministrar, se é ensino, haja dedicação no ensino, Romanos 12.7
Mardonio Nogueira -Setor de educação cristã -
reedição PbDaniel Silveira -Distrito  23 João Costa -IEADJO

terça-feira, 18 de outubro de 2011

O arrependimento de Deus não é como o nosso.

DEUS SE ARREPENDE OU NÃO?
Gn 6,5. Fala da tristeza de Deus quanto a má índole do homem.É uma figura de linguagem chamada antropopática para facilitar o entendimento humano.O que o texto esta indicando é que Deus não se contristou pela desobediência do homem, e não que ele, o Senhor, tivesse se arrependido de sua criação,ou, então, que houvesse cometido algum erro . Em Nm23.19, vemos que a Palavra de Deus é fiel e,ao contrário dos homens, se cumpre.Numa terceira passagem,, Jeremias 18.7-10 lemos:"Se a tal nação....se converter da sua maldade, também eu me arrependerei do mal que pensava fazer-lhe"Não se trata obviamente, do caso de Deus se arrepender de algum erro a que tenha cometido, mas da supressa do castigo anunciado por ele.Deus não erra, logo, seu arrependimento.  "não é como o nosso". O soberano é imutável, Deus sabe lidar apropriadamente com as mudanças no comportamento humano. Quando dos homens pecam e se arrependem de seus pecados. Deus, "muda seu pensamento" O senhor abençoe e puni o homem, ou, se for o caso, uma nação inteira, de acordo com a nova situação Ex 32. 12,14;1 Sm15.11;2 Sm26.16; Jr 18.11; Am 7.3-6
nota-Revista Defesa da fé p.62-mai 2001
Pb Daniel Silveira - Distrito 23 João Costa

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Escravo e Senhor

"A liberdade cristã apresenta dois princípios - o primeiro:  O cristão é  SENHOR  - ele é o mais livre dos homens e não esta sujeito a ninguém;  segundo: O cristão é SERVO - é o que tem mais deveres para como os outros e está sujeito a todos. Livre de todos os homens, para ser servidor de todos;  eis o fundamento da Liberdade cristã"
LUTERO -
Pb Daniel Silveira 

DESAFIOS FUTUROS PARA A IGREJA

Hermenêutica  arte de interpretar textos Parte (a)

        Por que estudar princípios de interpretação? Nosso alvo é aprender hábitos de interpretação correta que afetarão de modo positivo nossos estudos da Bíblia durante as próximas décadas. Exemplo. A Bíblia diz: “Feliz aquele que pegar seus filhos e os despedaçar contra a rocha” (Sl 137.9)  Um cruzador do século II pegou um nenê sarraceno e justificou seu assassínio brutal. Na América colonial e na África do Sul, os recém-chegados da Europa citavam como base bíblica a ordem de Josué para matar os cananeus e tomar posses das suas terras e conquistaram as terras das populações indígenas. Há apenas cinqüenta anos, comícios políticos na Alemanha nazista destacavam pastores que explicam que o extermínio dos judeus era da vontade de Deus, porque tinham pedido que o ensino de Cristo estivesse sobre eles e sobre as cabeças de seus filhos (Mt 27.25)

Mesmo entre os cristãos, as falsas interpretações das Escrituras são abundantemente exemplificadas. Algumas das distorções são meras curiosidades, como o caso de milhões de católicos que acreditam que literalmente bebem o sangue de Cristo e comem do seu corpo quando celebram a comunhão. Os mórmons subvertem a doutrina sólida ao tentarem justificar práticas duvidosas, tais, como: o batismo por procuração em favor de algum morto, tomando como base um só versículo isolado das Escrituras: 1 Co 15.29. Doutra maneira, que farão os que se batizam pelos mortos, se absolutamente os mortos não ressuscitam? Por que se batizam eles, então, pelos mortos? Outros simplesmente confundem os santos e distorcem a imagem da igreja diante dos incrédulos. Certa distorção que notamos recentemente diz o escritor foi noticiada uma igreja que inclui a manipulação de serpentes e a ingestão de venenos como parte de seu culto. Os membros acham que essa prática podem aumentar a fé, e declaram que se baseiam na promessas que Cristo fez no sentido de proteger os seus coisas. O texto usado por eles é Marcos 16.18. Esses poucos exemplos ilustram a estultícia de achar que cada um deve interpretar a Bíblia de sua própria maneira. Se não houver diretrizes gerais para a interpretação apropriada, a Bíblia refletirá os corações do homens, mas não os transformará. Mas a Bíblia claramente interpretada e proclamada segundos as leis que governam a comunicação humana tem mantido sucesso notável no decurso dos séculos. A ela se deve  derrota da escravidão, dos vícios, e da corrupção do império Romano, e também a transformação de diversas culturas e da vida de milhões de crentes verdadeiros. Certamente um estudo sistemático de como interpretar a Bíblia deve  ser uma propriedade para todo o estudioso sério das Escrituras. A pregação e o ensino da Palavra de Deus, corretamente interpretada, são cruciais para manter um igreja biblicamente sadia e vitoriosa

Por Gordon Chown –  Referência, revista Defesa da Fé pg 58/outubro de 2000  -  Reedição - Pb Daniel Silveira

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

EXAMINAR-SE A SIM MESMO?

O que significa ” comer o pão  ou beber o cálice indignamente”
Sobre este assunto, o apóstolo Paulo não nos dá, em 1 Co 11.27, nenhuma definição direta do que vem a ser comer indignamente. Analisando o contexto, ele queria dizer que decência   comum deve ser observada, ou seja, não pode haver, entre cristãos, qualquer desordem de glutonaria, de embriaguez, de egoísmo, de degradação a outros, de contendas etc. Todas essas práticas estavam atuando como elementos perturbadores da igreja  de Corinto e profanavam a observância da Ceia do Senhor. O versículo seguinte diz que o homem deveria examinar-se a si mesmo para verificar qual o pecado que estava  agindo secretamente em alguma área de sua vida, embora tal pecado não pudesse ser visto pelos outros.Paulo no entanto não esperava  que seu leitores fossem perfeitos, apenas sinceros, o que lhe capacitaria a busca e ganhar a vitória em todos os setores da vida diária.  Nota - (O Novo Testamento interpretado versículo por versículo R.N. Champlin. Editora Candeia)