sábado, 14 de janeiro de 2012

O MÉTODO CONTEXTUAL

              Todas as pessoas  que conhecem profundamente as Escrituras, aquelas que ensinam, os grandes mestres  e doutores da Palavra todos os dias e unanimemente a uma só vóz declaram que o melhor método do estudo bíblico, é o método Contextual. É a regra básica do contexto. Nunca estude um só texto isolado das Escrituras. Muitas doutrinas falsas, heresias e grandes erros doutrinários, são frutos do estudo isolado de determinadas palavras e versículos da Bíblia. Alguém  declarou  sabiamente:” O TEXTO SEM CONTEXTO, VIRA PRETEXO, OU DÁ RAZÃO  PARA  PRETEXTO  DE  HERESIA”.
 Primeiro passo:  O QUE É MÉTODO CONTEXTUAL?  É considerar sempre  um versículo a luz do seu respectivo contexto. i é, os versículos que procedem e os que o seguem.   É examinar, estudar e considerar tudo O que vem e o que está depois do referido versículo. É muito difícil a interpretação  correta sem o uso do método contextual.  Significa estudar a porção da Bíblia que está antes e depois do texto.  Estudar todos os versículos ao redor que aparecem no texto escolhido. 
Segundo passo:  LEIA VÁRIAS VEZES. Como dissemos é necessário ler o texto e o contexto. Existem perigos e muita confusão na tentativa de interpretar um versículo isoladamente. Também, expressão ou palavra  que realmente estão na Bíblia.Veja dois exemplos. “Não há Deus” é estabelecer uma falsa doutrina.  Mas, aplicando método contextual (o exame dos versículos antes e depois)  descobriremos que, ”Diz o néscio em seu coração ”não há Deus”Sl 14.1 .Algumas pessoas gostam de fechar os olhos e com o dedo preparado tomam a Bíblia fechada e dizem:  Fala Senhor eu colocarei o dedo  onde em abrir na Bíblia e que o Senhor manda dizer...eu o farei.  Ao colocar o dedo a Bíblia diz em Mateus 27.5 ” e Judas foi e se enforcou”. Em seguida repete tudo de novo e o texto que aparece está em Lucas 10.37,que diz ”vai e faze a mesma maneira”. É feita uma terceira tentativa e desta vez o dedo vai em cima de João 13: que ordena,” o que tem para fazer facão imediatamente” A Bíblia não é um livro para brincadeiras nem para ser manuseado de forma leviana. Precisamos sempre utiliza o método contextual para o entendimento e interpretação correta do texto.
Terceiro passo: COMPARE DIFERENTES VERSÕES BÍBLICAS. Existem pequenas diferenças de uma tradução para outra. Especialmente nas novas versões que estão surgindo. Devido as grandes descobertas na arqueologia. O avanço da Arqueologia. As  informações que estão chegando, confirma e reafirmam as Escrituras.  É prudente e de valiosa ajuda comparar  as versões, onde novos subsídios aparecerão no estudo da bíblia. Não esqueça de examinar as palavras sinônimas ou semelhantes no texto e no contexto
Quarto passo: INVESTIGUE OS MÉTODOS COMPLETO,AS PASSAGENS PARA LELEAS. Especialmente nos Evangelhos, temos diversas passagens que são repetidas em Mateus, Marcos,Lucas e João. É necessário examinar todas as referências onde aparece o texto que estamos estudando.Provavelmente pode haver mudança de estilo e de linguagem de um livro para outro. Por exemplo, Mateus direciona seu livro aos judeus, Marcos escreve para os romanos. Lucas aos gregos e João à igreja, isto é de forma geral e universal. No estudo paralelo a diferença de estilo e linguagem, é bem evidente,notando a diferença, teremos luz suficiente para compreensão do texto que estudamos. A mesma coisa ocorre com alguns textos do V.T. que aparecem no N.T.  Algumas vezes o texto completo, outras partes do texto, ou uma simples menção do texto.
Quinto passo: FAÇA UMA APLICAÇÃO  PESSOAL.  Após o estudo minucioso de texto e do contexto, extraia e verdade central, a lição principal e aplique a mesma em sua vida. O estudo só será completo e terminado, quando aplicarmos  em nossa vida. Devemos ser os primeiros a nos submeter ao Senhor e a sua Palavra. Depois então poderemos ensinar, pregar e ministrar a outras pessoas. Nunca se esqueça: O texto fora do contexto, é um pretexto”
nota livro "De volta a Bíblia" ps 15-17
Pb Daniel Silveira -IEADJO

Um comentário:

  1. Olá meus queridos irmãos. Paz e graça de Jesus.
    Parabéns pelo blog muito edificante. Eu acredito que; crescemos quando lemos, quando partilhamos.
    Aprendendo uns com os outros, crescemos na graça e conhecimento da Palavra.
    Aproveito a oportunidade para partilhar também meu blog. Contém ensinos, de crescimento, edificação e exortação, muitos poemas e algumas músicas tudo dentro do carisma evangélico.
    Ficarei feliz por vossa visita e muito mais ainda se nos seguir.
    Que Deus continue a abençoar-vos ricamente. António Batalha.

    ResponderExcluir